quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Eu E Minhas Malas


Estou arrumando malas. Como já postei aqui antes, vou fazer uma viagenzinha rápida nesta sexta e desde ontem estou verificando que roupas vou levar, casacos, etc... Nunca fui daquelas mulheres que carregam tudo numa malinha compacta-aliás, como gostaria-mas simplesmente não consigo...Lembro-me da primeira vez em que viajei para a Europa, eu estava dura, eu e meu marido em início de casamento e mais um casal em igual situação financeira. Então combinamos de fazer uma viagem estilo mochilão pela Europa, ficando em pousadas e hotéis mais baratos e andando de trem de um lado para o outro.O outro casal, claro, viajou com enormes mochilões apropriadíssimos, com bolsos e lugares para tudo. Já eu... Eu apareci com duas enormes malas,uma delas com rodinhas defeituosas, eu tinha que sair arrastando elas pelas ruas puxando a alça,um verdadeiro horror. Meus amigos apelidaram elas de Rex e Tob... Imagina subir com Rex e Tob nos trens? A trabalheira foi tanta que no meio da viagem resolvemos despachar Rex de volta para o Brasil!
De lá pra cá a qualidade das malas aumentou, é verdade. O tamanho continua o mesmo...
Outra coisa que definitivamente aumentou foi o ítem maquiagem. Antes, levava uma bolsinha pequena contendo uns dois glosses, pó compacto, um joguinho de sombras, lápis de olho e rímel.Agora? Ahh, agora... Agora levo tudo isso acima só que são mais glosses e mais sombras, além de delineador, corretivos, um pincel especial para sobrancelhas, filtro solar, creme para as mãos, para o rosto, para a região dos olhos além de hidratante para o corpo senão minha pele fica uma droga. Isso é ter quase 40 anos...
E agora cá estou eu, arrumando minha mala e decidindo se levo o casaco vermelho que comprei num arroubo de loucura e nunca tive coragem de usar, se vai estar frio o suficiente para o sobretudo chic preto gom golinha de pêlo, se aquele moderninho que só usei uma vez vai combinar com o resto da produção, se vou conseguir usar as botas que tanto demorei para achar, botas estas que nem deveria usar já que tenho pernas grossas, mas que mulher dos trópicos resiste à um par de botas longas de montaria? Enfim, vou ter que decidir hoje como vou estar vestida pelos próximos 10 dias e convenhamos, isso não é tarefa das mais fáceis para nenhuma mulher...
Agora vou indo que além da minha, ainda me comprometi de arrumar a do meu marido e eu mesma que ofereci, a tonta...
Até a volta.

2 comentários:

Antonio Da Vida disse...

Boa sorte aí com a arrumação!
XXX/A
PS - se servir de consolo, eu também nunca sei o que levar, especialmente nesta época do ano em que não faz exatamente frio nem exatamente calor...

Eu penso que... disse...

Boa viagem e aproveite bastante!!!
Bjssss