quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Carla Gilberta Bruni Tedeschi Sarkozy

Meio óbvio falar de Carla Bruni Sarkozy, a charmosíssima e ícone fashion primeira-dama francesa e eu detesto obviedades.
Mas esta semana me chamou atenção uma notícia: a justiça francesa considerou improcedente a ação que Carla Bruni moveu, juntamente com seu ex marido e pai do seu filho Aurelien, por julgar que as revistas Ici Paris e Closer invadiram a privacidade do menino com a publicação de fotos em momentos do seu dia-a-dia. A justiça americana entendeu que se Carla muitas vezes usou da mídia falando publicamente sobre o filho em várias ocasiões, ela mesma feriu a privacidade do garoto, portanto agora não teria direito à reclamação.
Enquanto isso na sala de justiça brasileira, tem atriz de novela das sete que processa (e muitas vezes ganha) tudo e todos reclamando da mesma invasão de privacidade.
A diferença entre os dois casos é que na França a justiça é realmente para todos.
Continuando com Carla Bruni (que eu a-do-ro, meu novo ícone fashion depois de Audrey Hepburn),dê uma olhada no visual que ela usou para visitar esta semana o Museu de Arte Moderna em Nova Iorque.

Conjunto Dior, bolsa da mesma marca e sapatilhas nos pés para poder caminhar à vontade (e também porque ela é algo mais alta que o marido presidente...)
Chic, chic, so chic

Um comentário:

Eu penso que... disse...

Oi, Julinha!
Também virei fã da Carla. Além de linda, elegante e simpática, acho que ela renovou este conceito de primeira-dama. Parece uma pessoa glamourosa, mas de carne e osso, entende?
Ela tem atitude, é moderna e sabe quando é o seu momento de brilhar... ou de se retrair para deixar que o marido brilhe um pouco também. (hehehe)
Este blog tá show!
Bjs